A Revolução Cubana chega em sua sexta década nesse ano de 2019. Em um cenário de crise do liberalismo político e de avanços da extrema-direita, Cuba reafirma o socialismo e o Partido Comunista com a promulgação da nova Constituição, em Plebiscito Popular que reuniu cubanos do mundo inteiro.

O documento permite uma série de modificações e aberturas, proibindo a discriminação contra os LGBTs, acenando para a liberdade de imprensa, para o desenvolvimento da propriedade privada sob controle socialista, para o direito à denúncia das violações constitucionais e para a limitação do tempo de exercício da chefia de Estado.

É com intuito de promover novas interpretações sobre a Revolução Cubana – dos seus primeiros anos ao presente e seus possíveis rumos -, que o Laboratório de Estudos sobre Hegemonia e Contra-Hegemonia (LEHC) convida a comunidade científica e os pesquisadores a enviarem artigos sobre as “Trajetórias da Revolução Cubana e o Socialismo do Século XXI”. Resenhas de livros com temas independentes ou vinculados ao dossiê também poderão ser apresentados.

Formatação e prazos para envios:

Os trabalhos podem ser submetidos em português ou espanhol; caso aceitos, serão publicados no idioma original. Cada artigo deve conter contagem mínima de 17.800 caracteres com espaço, e máxima de 30.500. Para resenhas, os limites mínimo e máximo são de, respectivamente, 7.500 e 12.700 caracteres com espaço. A data limite para o envio de trabalhos é em 31 de maio de 2019.

Outras informações:

  • Fonte: Times New Roman;
  • Tamanho: 12;
  • Espaço entrelinhas: 1.5. Não colocar espaços antes e após os parágrafos;
  • Alinhamento: justificado;
  • Margens: 2.0 em todas as margens (papel A4).
  • Citações e referências bibliográficas devem seguir as normas da ABNT.

Os trabalhos devem ser enviados, em formato Word, para o e-mail ufrj.lehc@gmail.com.